Uma família na fé em Cristo Jesus

História da Betel

Súmula Histórica da Igreja Batista Betel de Mesquita

A Igreja Batista Betel de Mesquita foi organizada no dia 02 de setembro de 1962, na condição de congregação da Igreja Batista Central de Nova Iguaçu, com sua sede provisória na rua Regina, s/n, no Parque Ludolf, do lado direito da linha férrea, tomando como referência os trens que vão para Nova Iguaçu. O concílio que presidiu a organização da Igreja foi assim constituído: Presidente, pastor José de Souza Herdy; Secretário pastor Aluisio Ayres da Silva; Examinador, pastor Antônio de Souza Dutra; Orador, pastor Hilquias Felipe da Silva; Leitura do Pacto, pastor Demerval de Carvalho; Oração Consagratória, pastor Benedito Moreira da Silva.

Examinada a congregação foi ela aprovada por unanimidade. Foram 39 membros fundadores, os quais em grande número oriundo da família Teixeira de Lima, liderada pelo pastor João Teixeira de Lima, que veio a ser o primeiro pastor da Igreja, permanecendo no pastorado durante 25 anos de sua organização.

A Igreja pouco tempo depois mudou a sua sede para a rua Crispim. Algum tempo depois a Igreja comprou o lote ao lado direito de seu santuário e construiu o seu templo atual com frente para a rua Egídio.

Em fevereiro de 1987, quando o pastor João Teixeira de Lima completava 80 anos de idade e 50 de ministério pastoral a Igreja consagrou o bacharelando em teologia, pelo Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil, Iranyr Teixeira de Lima, para suceder seu pai como pastor da Igreja.

Foi no pastorado do pastor Iranyr que a Igreja começou a construir seu edifício de Educação Religiosa. Ainda por terminar mas virá a ser de muitíssima utilidade para que a Igreja possa desenvolver seu amplo ministério evangelistico, missionário, social e educacional.

Durante seus 42 anos de organização a Igreja sempre pautou seu comportamento pela fidelidade. Ela desde a sua origem cooperou com o Plano Cooperativo, com ofertas missionárias, com campanhas sociais, com sua participação ativa nos trabalhos associacionais. Em certa época funcionou em uma de suas dependências um posto da Legião Brasileira de Assistência – L.B.A. – quando ela foi reconhecida de Utilidade Pública pela Câmara Municipal de Nova Iguaçu.

Nos seus quatro decênios de funcionamento a Igreja encaminhou vários candidatos aos seminários denominacionais. Citamos aqueles que passaram pelo Seminário do Sul: Iranyr Teixeira de Lima, Kleber Pereira e Sá, Jonas Coelho da Silva, José Gomes da Silva, Ilusiná Telles Laranjeiras e André Luís Teixeira Ávila Amaral, concluinte de 2004. Também encaminhou Elizabeth Clementino Rodrigues, hoje esposa do pastor Jair Silva, que estudoi no Seminário Teológico Batista Fluminense, em Campos, RJ. Hoje o pastor Jonas e sua esposa Dayse são missionários em Uberaba, MG e o pastor Jair e sua esposa, Elizabeth, são missionários no Piauí.

Não poderíamos deixar de mencionar o apoio da Igreja à Sônia Márcia Cardoso que se formou em Música Sacra e hoje atua no Campo Batista Paranaense; de Sueli Gabilan Carneiro Leão, que veio a se casar com o pastor José Gomes da Silva, que pastoreia a Igreja Batista de Ponte Preta, em Queimados; e Moacyr Arruda, casado com Marisa que também teve o apoio da Igreja para estudar Música Sacra. Sua esposa fez algumas matérias de Educação Religiosa.

Queremos registrar que a Igreja em 42 anos de existência recebeu inúmeras personalidades de nossa Denominação. Talvez ela nunca pudesse supor que algum dia tivesse o privilégio de receber Helena Bagby Harrison, a filha caçula de William Buck Bagby e Ana Luther Bagby e isso aconteceu em 1982 por ocasião do centenário da Primeira Igreja Batista da Bahia comemorado como o centenário do início do trabalho batista no Brasil. Outros notáveis pastores que também passaram pela Igreja foram David Gomes, Feliciano Amaral, João Falcão Sobrinho, Waldemiro e Acidália Tymchak, Ebenézer Soares Ferreira, José de Souza Herdy, Iomael Sant’Anna, Edgard Barreto Antunes, Daniel de Oliveira Cândido, Samuel de Souza, José Maria de Souza, Cláudio Cappetine Mozer e tantos e tantos outros homens de Deus que é impossível citá-los nominalmente devido à carência de espaço. Mencionamos um seminarista que pregou uma série de conferências na Igreja, em 1967, e que anos mais tarde viria a ser notável pastor e apreciadíssimo escritor, Isaltino Gomes Coelho Filho. Outro seminarista que deixou grandes saudades foi Vítor Hugo Mendes de Sá, hoje líder batista nacional e talvez um dos raros batistas que tenha presidio duas Convenções estaduais: Carioca e Brasiliense. E para homenagear as missionárias brasileiras citamos Herodias Neves Cavalcanti.

O pastor Iranyr Teixeira de Lima, devido à problemas de saúde, comunicou à Igreja que deixaria o pastorado. Depois de longo período de oração a Comissão encarregada de encaminhar a sucessão pastoral estabeleceu as normas aceitas pela Assembléia da Igreja e num processo seletivo foi aprovado o bacharelando em Teologia, Judiclay Silva Santos, formado pelo Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil, turma de 2004. Sua posse aconteceu no dia 20 de novembro daquele mesmo ano. Hoje a Igreja Batista Betel de Mesquita sente-se feliz por Ter como seu pastor Judiclay Silva Santos, juntamente com sua esposa Cláudia de Oliveira Ribeiro Santos e seu filhinho Leonardo de Oliveira Ribeiro Santos.

O primeiro ano de atividade do pastor Judiclay à frente da Igreja Batista Betel de Mesquita foi marcado por algumas notáveis realizações, das quais destacamos o crescimento numérico e espiritual. A Igreja foi acrescida de 26 novos crentes através do batismo; recebeu como membros outros 40 irmãos por cartas, reconciliações e aclamação. Concedeu cartas, desligou membros e, transferiu para os céus, mediante a vontade de Deus, as irmãs Maria da Silva Lima, Maria do Perpétuo Socorro Ribeiro Pereira e Ivonete Teles da Silva. Desde sua posse editou semanalmente o boletim dominical, com pastorais, ordem de culto e informações.

A campanha S.O.S. Sri Lanka, liderada pela Igreja e que teve a participação da ABAMES, levantou 1650 latas de leite em pó, o equivalente a cinco mil litros de leite. Essa doação foi remetida ao Consulado daquele país que encaminhou às vítimas das ondas gigantes, as tsunamis.

O pr. Judiclay idealizou o Curso Ecos da Graça, iniciado em julho e concluído em novembro. Organizou o Ministério Boa Semente, com equipes que trabalham na evangelização, discipulado e integração. Promoveu a primeira Conferência sobre Vida Cristã, entre 13 e 16 de julho. A Igreja comemorou seus 43 anos de organizada ouvindo os pastores Diné René Lota, Valdeci Pereira e Nilson Gomes Godoy entre os dias 2 e 4 de setembro. A Igreja levantou ofertas expressivas para a obra missionária. No princípio de novembro atendeu convite da JOCUM e ministrou palestras, em Curitiba, PR, sobre a Carta aos Romanos. Deu um avanço enorme na obra do prédio de Educação Cristã, destacando as salas do Ministério Infantil. Deu um novo visual à fachada da Igreja e colocou entre as esquinas das ruas Egídio e Crispim a cruz, símbolo do cristianismo, e o nome da igreja, de forma estilizado, no lugar apropriado, iluminado por dois focos de luz.

Por Othon Ávila Amaral

 

Comentário

  1. Olá Povo da Batista, me chamo Gabriel Tinoco Rocha, tenho 27 anos, sou do RJ, não nos conhecemos pessoalmente, mais venho pedir que compartilhem com toda a congregação para colaborarem em oração por minha família(Família Tinoco) e por mim, para que eu tenha saúde e possa resistir os príncipes das trevas e os dias maus em Jesus.

    “Orai sem cessar”

    Att. Gabriel Tinoco Rocha

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X
X
X